ThetaHealing e a Transição de Carreira

Os Veterinários e o ThetaHealing
25 Janeiro, 2019
Atendimento Solidário visa melhorar a qualidade de vida das pessoas
16 Maio, 2019

Podemos passar muito tempo nesta sensação ou ter a percepção de uma hora para outra: não suporto mais meu trabalho, minha rotina profissional me pesa e tira minha saúde!

Muitas pessoas têm vivido isso em suas vidas e optam pela mudança: a transição de carreira. Para isso não importa idade, cargo ou posição hierárquica, nunca é tarde demais para buscar algo que lhe traga prazer no exercício de seus dons e talentos.

Mas o que devo fazer, por onde começar? Não tenho a menor ideia do que fazer neste momento da minha vida! A resposta esta em você: auto conhecimento.

Pergunte-se quais as suas principais aptidões e como você pode colocá-las em prática. Qual a ultima vez que você experimentou fazer algo que lhe motiva e inspira?

Quando trabalhamos com ThetaHealing, encontramos em nosso subconsciente crenças e padrões limitantes que podem, muitas vezes, nos impedir de ter clareza de nosso propósito de vida, do que seria viver uma profissão com prazer, saúde e abundância financeira, de discernir as projeções profissionais dos familiares e do mercado de trabalho do que realmente gostaríamos de estar fazendo profissionalmente. Se você já tem noção de qual área quer se embrenhar, é hora de colocar seus planos no papel.

Trabalhar suas crenças relacionadas a foco, iniciativa, auto estima e superação de medos e monstros internos é essencial. 
Utilize as ferramentas do ThetaHealing para identificar e mudar padrões limitantes:

O que é crescer para você?
Crescer dói? Crescer é difícil?
É preciso ter dificuldades para dar valor ao resultado?
Começar algo novo é um fracasso? 

Escreva suas intenções e propósito com detalhes. Pesquise e aprenda tudo o que puder sobre sua nova carreira, monte cenários, dialogue com profissionais que já atuem na área, participe de grupos que troquem conhecimento específico sobre ela. Conheça seu novo material. Não tenha medo nem vergonha de aprender cada vez mais. E acima de tudo: esteja aberto ao novo.

Conecte-se, conheça-se, se comunique com pessoas que você confia e ouça o mais importante: o seu coração.

Comece com o que você tem agora, de onde você está, como você está. Viva a vida que sempre sonhou!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *